Capela de São Sebastião

As primeiras referências desta Capela datam de 1597. Ao longo dos séculos a capela foi sucessivamente reedificada e a sua última recuperação data dos anos sessenta do século XX, devido ao seu elevado estado de degradação.
Esta pequena capela carateriza-se pelas suas linhas simples, destacando-se da frontaria portal de arco pleno arquitravado maneirista em cantaria rija regional. Na predela do retábulo, destacam-se três medalhões em talha dourada e adornados por anjos estilizados.