Grutas de São Vicente e Centro de Vulcanismo

As Grutas de São Vicente formaram-se há 890 mil anos a partir de uma erupção vulcânica, ocorrida no Paul da Serra. A parte exterior, exposta a temperaturas mais baixas, solidificou-se rapidamente, enquanto o interior continuou a correr com muitos gases, formando uma série de tubos de lava.

As grutas foram divulgadas pela primeira vez em 1885, pela população local, e abertas ao público a 1 de outubro de 1996.
São uma das primeiras grutas de génese vulcânica a serem abertas ao público em Portugal, podendo ser visitadas através de um percurso subterrâneo total de mais de 1000 m de comprimento. A altura das grutas varia entre os 5 e os 6 metros.

No final do percurso os visitantes podem ainda aceder ao Centro do Vulcanismo, um pavilhão que permite assistir, de uma forma pedagógica e lúdica, a espetáculos audiovisuais que recriam a evolução geológica das grutas, a erupção dum vulcão e ainda a simulação do nascimento do Arquipélago da Madeira.